Fique ligado no Enem 2018

Caderno personalizado: Os cadernos de prova serão personalizados, com o nome e o número de inscrição do candidato impressos na capa, juntamente com o cartão de resposta, encartado na prova. Segundo o MEC, a medida é para aumentar a segurança do exame. Os quatro cadernos de cores diferentes serão mantidos.
Certificação: O exame não serve mais para obter o certificado do Ensino Médio. Essa função passará a ser do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).
Isenção da taxa: O MEC será mais rigoroso em relação às isenções de taxa para evitar fraudes.
Quem solicita isenção por ter registro no CadÚnico, o banco de dados do governo federal para pessoas em situação de carência socioeconômica, deverá informar o Número de Identificação Social (NIS) no ato da inscrição. Caso um estudante isento da taxa não compareça ao exame, só poderá utilizar o benefício no ano seguinte caso comprove a ausência por meio de documento oficial ou atestado médico.
Notas das escolas: O resultado do Enem por escola, a partir das médias dos estudantes no exame, não será mais divulgado. Esse resultado costumava servir de base para a elaboração de ranking de qualidade das escolas. Segundo o MEC, o Enem foi concebido para avaliar estudantes do Ensino Médio e não escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X